Archive for maio \22\UTC 2010

Sessão Especial Femina – A vida retratada pela ótica das mulheres dia 28.05! No CineclubeLGBT.

maio 22, 2010

O mês de maio traz para o CineclubeLGBT uma programação especial com curtas dirigidos por mulheres. Em parceria com o Femina – Festival Internacional de Cinema Feminino, a sessão deste mês reúne cinco curtas-metragens de diferentes países. De um casal de homens que experimenta um terceiro elemento, até uma versão lésbica de Mary Poppins, a sessão de maio traz a delicadeza da visão feminina para a tela. Lembrando que após a exibição o DJ Great Guy anima a festa com muito pop.

Cecilia Engels é a representante nacional e traz seu filme “Um Par a Outro”, onde um casal gay se relaciona com uma mulher. E do Canadá surge “Ultimate Sub Ultimate Dom” onde a babá noviça Maria Von Trapp se relaciona com uma outra babá famosa do cinema clássico, a Mary Poppins.

Em comemoração ao 60º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, Alice Nelson escreveu e dirigiu o Right to Privacy, curta escocês que integra o projeto “Os Novos Dez Mandamentos”.

O estilo de vida da lésbica contemporânea aparece em “Hello my name is Lesbian”. Em várias entrevistas, o documentário mostra porque a Dinamarca é considerada um dos países mais liberais do mundo.

A sessão se encerra com “102 PS”, um road movie revelador, tanto para as protagonistas, como para o público.

Pelo Twitter, @CineclubeLGBT, além de fazermos sorteios de ingressos, também convidamos os nossos seguidores a darem dicas de músicas, que eles mais gostam, para tocar na festa e de filmes que eles gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quarta-feira, 26.05, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras Dia: 28.05 Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21 2240.1093

http://www.twitter.com/CineclubeLGBT

Rodrigo Lombardi será gay no próximo filme do ator Márcio Garcia

maio 21, 2010

Atualmente no ar com a novela “Passione”, o ator Rodrigo Lombardi será um gay no primeiro longa de Márcio Garcia. O filme está em produção e o ator irá contracenar novamente com Juliana Paes, sua parceira em “Caminho das Índias”.

O diretor Márcio Garcia e Rodrigo Lombardi

O longa, “Bed & Breaksfast” é a segunda experiência de Márcio Garcia nas telonas, a primeira foi o curta “Predileção”, premiado no Newport Film Festival, na Inglaterra.

Juliana Paes será uma vendedora de uma loja de departamentos no Brasil e descobrirá que herdou uma grande propriedade na Califórnia.
Parte rodado no Rio e parte nos Estados Unidos, o filme conta no elenco com as brasileiras Luiza Almeida e Luiza Valdetaro e no elenco estrangeiro conta com Edward J. Olmos, o Tenente Martin Castilho do seriado “Miami Vice”.

Joaquin Phoenix causa polêmica em Cannes

maio 18, 2010

Joaquin Phoenix durante polêmica entrevista com David Letterman, em 2009 (Foto: AP)

Sabe a expressão: SEXO, DROGAS e ROCK’nROLL?! Que tal trocar o Rock por RAP?

SEXO, DROGAS e RAP. É o que o belissimo ator, e agora diretor, Joaquim Phoenix traz a tona no seu polêmico documentário.

Não está reconhecendo esse Ursão barbado de paletó??? Que tal dar uma olhadinha nessa foto dele? Se bem que eu, como um famoso “Bear Lover” acho que ele estava ideal assim

O filme “I’m Still Here: The Lost Year of Joaquin Phoenix” (“Ainda estou aqui: o ano perdido de Joaquin Phoenix”), segundo o jornal “Los Angeles Times”, foi rodado pelo amigo e cunhado, Casey Affleck, no documentário Phoenix cheira cocaína, solicita os serviços de uma prostituta, mantém sexo oral com uma publicitária, trata seus assistentes de forma abusiva e canta rap muito mal.

Eu fico aqui pensando… Será que o Joaquim, quando novo, queria ter estrelado KIDS de 1995???

Quer ver a noticia completa? Acesse o G1.

Fonte G1.

Conheça alguns dos filmes mais engajados na luta contra a homofobia

maio 17, 2010

Filadélfia também está na lista

O site Vírgula.com publicou hoje, em comemoração aos 20 anos de luta contra a homo- fobia, uma lista de filmes mais enga- jados do cinema mundial.

O CineclubeLGBT aprovou e reco- menda a dar uma passadinha por lá.

Entre os filmes selecio- nados está o recente “Milk” (2008), de Gus Vun Sant, diretor gay assumido. O filme levou dois oscars, um pela atuação de Sean Penn e outro pelo roteiro de Dustin Lance Black. No filme Penn interpreta Harvey Milk, o primeiro político abertamente gay dos EUA.

O polêmico “Ultrage” também está na lista. O documentário revela informações de políticos homóficos dos EUA que escondem a própria homossexualidade. Dirigido por Kirk Dick, o documentário conta com depoimentos de diversos ativistas norte-americanos como o deputado Barney Frank e Jim McGreevey, ex-governador de New Jersey, e o escritor e ativista Larry Kramer.

Os outros nomes da lista você confere na matéria especial do site Vírgula.

Marco Nanini diz achar chato discutir a própria sexualidade

maio 7, 2010

Em entrevista para a revista “Playboy” do mês de maio, Marco Nanini diz fingir não ser nada quando questionado sobre sua sexualidade. “Acho que todo mundo que me vê, sabe. Ainda ter que discutir isso? É chatíssimo”.

Intérprete de Lineu de “A Grande Família”, Nanini se diz cansado e ainda contou que escurece os cabelos de seu personagem para se distanciar do personagem. “Acordar com a cara do Lineu todos os dias é asfixiante. Quando olho no espelho, não quero ver a cara do Lineu, quero ver a minha cara”.

Atriz de “Bones” viverá uma lésbica em novo filme

maio 6, 2010

A atriz Emily Deschanel, do seriado “Bones”, está no elenco do filme “The Perfect Family”, vivendo uma advogada lésbica que poderá estragar os planos de sua mãe católica, interpretada por Kathleen Turner.

A mãe concorre a um prêmio na igreja e precisa provar ter uma família perfeita. Além da filha lésbica, a mãe irá lidar com a separação de seu filho e o vício de seu marido.

O filme é dirigido por Anne Renton e não tem data para estréia nos cinemas.

via Dykerama

Ator de Arquivo X diz que viraria gay por garotos de Crepúsculo

maio 5, 2010

O título já diz tudo, o ator David Duchovny, que pesquisava estranhos acontecimentos alieníginas em Arquivo X e virou um escritor drunk em Californication, declarou para a revista gringa Empire que viraria gay pelos atores Robert Pattinson, Taylor Lautner e Kellan Lutz da saga Crepúsculo.
“Garry Shandling é uma pessoa por quem eu me tornaria publicamente gay, de brincadeira. E também qualquer um (dos atores) da franquia  Crepúsculo. Eu não sei os seus nomes, mas todos eles. Os lobos, os vampiros, são todos fantásticos”. Foram essas suas palavras. De bobo não tem nada.

via CineClick