Archive for the ‘lésbica’ Category

Dia 06.09 – Sessão Páginas da Vida

agosto 30, 2013

Imprima este flyer, apresente na bilheteria e pague meia-entrada!

Cineclube_LGBT_Filipeta_06_09_13

O doce e o amargo da memória e vida homoafetiva brasileira está em foco na próxima edição do CineclubeLGBT. A Sessão Páginas da Vida traz, em três documentários, o nosso cotidiano, nossa história, nossas lutas e conquistas.

Fruto da Oficina de Realização de Vídeo do Projeto Olho Vivo, coordenado por Luciano Coelho, o filme Singularidades mostra a vida de diferentes pessoas que, em comum, possuem apenas o fato de serem homossexuais e beirando os 50 anos.

Em Segredos de Amor, de Eunice Gutman, o lesbianismo no Brasil é retratado a partir da vida amorosa de duas mulheres. E a história da primeira boate gay da capital gaúcha, o Flower’s, é o assunto do documentário Flores de 70, de Vinícius Cruxen.

E a edição do CineclubeLGBT segue com a novidade de fazer a festa em outro local e, com som a noite inteira! O nosso encontro pós-sessão rola na Lapa, na boate Sinônimo Lapa, com discotecagem do Great Guy!!

E ATENÇÃO: O ingresso para a sessão custa R$14 a inteira e R$7 a meia. Mas todo mundo que levar a FILIPETA IMPRESSA, PAGA MEIA! O preço da festa é à parte e custa R$10 a noite toda.

AH! Pelo Twitter @CineclubeLGBT e pelo Facebook, sorteios de ingressos.

O Sinônimo Lapa fica na Av. Mem de Sá, nº 118, e está com uma programação incrível (conferir aqui).

Não recomendado para menores de 16 anos.

Preço da sessão: R$ 14,00 (inteira) e R$ 7,00 (meia) – Paga meia quem levar e-flyer impresso!
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 05.09, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 06.09 Horário: 21h
Endereço da sessão: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093

Preço da festa: R$10 a noite toda com a apresentação do bilhete de entrada da sessão.
Local: Sinônimo Lapa
Horário: após a sessão
Endereço da festa: Av. Mem de Sá, nº 118, Sobrado, Lapa, Rio de Janeiro.

Sinopses

Segredos de Amor , de Eunice Gutman

Segredos de Amor

 RJ, 1998, cor, 31 min

O lesbianismo no Brasil, focalizando a vida amorosa de duas mulheres, assim como imagens e entrevistas durante a passeata internacional de gays e lésbicas por ocasião do Congresso da ILGA – International Lesbians and Gays Association, no Rio de Janeiro em 1995.

Singularidades, de Criação coletiva da Oficina de Realização de Vídeo do Projeto Olho Vivo / Coordenação: Luciano Coelho

Singularidades

PR, 2006, cor, 35 min

Um pedreiro, uma empresária, um zelador, um artista plástico, uma ex-dançarina e uma travesti, todos homossexuais e chegando ao 50 anos. O que muda? Quais são os planos? O que esperam de um relacionamento?

Flores de 70, de Vinícius Cruxen

Flores de 70

RS, 2007, cor, 22 min
Coordenação do Projeto: SOMOS – Comunicação, Saúde e Sexualidade

A história da primeira boate gay da capital gaúcha: o “Flower’s”. A boate funcionou durante boa parte da década de 70, e virou referência na noite de Porto Alegre.

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com 
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

Dia 31.08 – Sessão Especial 17º FBCU

agosto 22, 2012

Após uma semana de muito sucesso no Rio de Janeiro e de aportar em São Paulo, o 17º Festival Brasileiro de Cinema Universitário retoma a união com o CineclubeLGBT, que volta a acontecer neste mês, no dia 31 de agosto (última sexta-feira do mês, como de costume), no Cinema Odeon. Com uma seleção especial de filmes que fizeram parte da programação oficial do 17º FBCU, o Cineclube traz uma sessão bem eclética, que vai do drama ao irreverente.

Em cartaz temos o documentário A Geografia Do Preconceito, de Daniel Nolasco e Marcella Coppo, que aborda a homofobia em uma cidade do interior de Goiás. E também Mais ou Menos, de Alexander Antunes Siqueira, sobre a relação tensa e violenta entre Ivo e Sandro.

Direto de terras estrangeiras, mostraremos o universo das “drags” a partir de um garoto de 17 anos no curta alemão, Mila Caos, de Simon Jaikiriuma Paetau; e, dos Estados Unidos, o conto de fada às avessas A Donzela e a Princesa, de Ali Scher.

E, ainda, a graça da descoberta, pelos olhos da infância em O Traveco, de Jeane Figueiredo e Lincoln Péricles, e pelos olhos da adolescência, no filme cujo roteiro foi o grande vencedor do Projeto Sal Grosso do 16º FBCU, Nós Parecíamos Gigantes, de Daila Pacheco.

A sessão vem seguida de… FESTA! Para trocar ideias, rever amigos e azarar um pouquinho o VJ Great Guy comanda a tradicional pista improvisada do Odeon com o melhor do pop.

O CineclubeLGBT começa às 21h e acaba às 2h. Pelo Twitter @CineclubeLGBT, e pela nossa fanpage no Facebook, além de sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 18,00 (inteira) e R$ 9,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 30.08, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 31.08 Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093
Classificação Etária: 16 anos

SINOPSE

A Geografia Do Preconceito, de Daniel Nolasco, Marcella Coppo

Rio de Janeiro, digital, 2011,11min.

Acontecimentos cotidianos de uma cidade comum do interior de Goiás.

O Traveco, de  Jeane Figueiredo, Lincoln Péricles

São Paulo, digital, 2011, 7min.
Elenco: Giovanna Fonseca, Renato Wiemer, Helena Pires

Curta-metragem infantil que conta a história da Giovanna, uma garotinha que descobre que a moça que sempre vende perfumes na sua casa é um “traveco”.

A Donzela E A Pricesa (The Maiden And The Princess), de Ali Scher

Estados Unidos, digital, 2012, 18min.

No coração de Londres, uma menininha busca a si mesma em meio a um conto de fadas musical.

Mais ou Menos, de Alexander Antunes Siqueira

Santa Catarina, digital, 2010, 13min.
Elenco: Jholl Bauer, Kyel Lima, Gringo Starr

Onde há menos do que se espera pode haver mais do que se imagina. Ivo e Sandro que o digam. Eles estudam juntos em um colégio em Florianópolis e mantêm uma relação conturbada, um caso de bullying que parece não ter solução. Até que um encontro inesperado muda tudo.

Nós Parecíamos Gigantes, de Daila Pacheco

São Paulo/Rio de Janeiro, digital, 2012, 16 min.
Elenco: Gabriella Vergani, Renan Trindade

A grandeza do parecer é belo aos olhos de Mia, garota de 18 anos, que acaba de chegar à metrópole para viver com seu melhor amigo de infância Julian. Pronta para vivenciar essa sua nova fase ao lado de Julian, o suspiro dessa chegada pode cegar as emoções de uma inocência fantasiada. Uma revelação e o urbano têm suas próprias cores e curiosidades desconhecidas.

Mila Caos,  de Simon Jaikiriuma Paetau

Alemanha, digital, 2011, 18min.
Elenco: Yaniel Castillo, Rebecca Rodriguez Aragón, Paula Ali

Todo fim de semana, em um show de “drags” ilegal no subúrbio de Havana, Sebastián, um adolescente cubano de 17 anos, se transforma em “Mila Caos”. Ele sofre com a indiferença de sua mãe e sonha que um dia ela vá vê-lo no palco.

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

Dia 29.07 – Especial Festival Brasileiro de Cinema Universitário

julho 22, 2011

A magia do magnífico Pai Zelito vai invadir o CineclubeLGBT do mês de julho. É a sessão Especial Festival Brasileiro de Cinema Universitário! A edição é mais uma parceria com o mais importante Festival Universitário brasileiro e traz, para a bombante sessão LGBT do Odeon, filmes de diversas partes do mundo.

Direto de Israel, o curta Vermelho Profundo (Adom Adom/ Deep Red) expõe a relação dos jovens Gur e Yuval em meio às suas tentativas de juntar dinheiro para ir viver em Berlim. O sul-coreano Voar à Noite (Ya-Gan-Bi-Hang/ Fly By Night) relata o acaso de um garoto de programa e sua relação o único parente, seu irmão.

A relação familiar também está nos dois outros filmes que compõe a sessão. O tragicômico documentário suíço Assunto de Família (Familiensache / Family Thing) expõe uma família bem além das convenções. Já em Aniversário (Födelsedag / Birthday), filme polonês, Katarina revela, no dia de seu aniversário, um segredo à sua companheira, Sara, criando um clima de tensão.

Após a sessão, o VJ Great Guy comanda a pista de dança com muita paquera e azaração e o melhor da música pop.

O CineclubeLGBT começa às 21h e acaba às 2h do dia seguinte, mas o Festival Brasileiro de Cinema Universitário acontece do dia 28 de julho a 14 de agosto, no Rio e em São Paulo. A programação está imperdível.

E não se esqueçam que, pelo Twitter @CineclubeLGBT, além de serem feitos sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Sinopses

Voar À Noite (Fly By Night /Ya-Gan-Bi-Hang), de Son Tae-gyum

 Republic of Korea, digital, Cor, 2010, 21min.
Cho Min-ho, Chun Shin-hwan e Son Hyun-woo

Um menino, cuja única família é seu irmão mais velho, faz sexo com um homem por dinheiro. Pego sem dinheiro em espécie, o homem sugere que se encontrem novamente no dia seguinte, e pede seu telefone. Mas o celular do menino foi confiscado por seu irmão, que não o devolve.

 

Vermelho Profundo (Adom Adom/ Deep Red), de Eddie Tapero

Israel, digital, Cor, 2009, 19min.
Elenco: Yedidya Vital, Sharon Alexander e Oshri Sahar

Gur e Yuval farão de tudo para conseguir dinheiro suficiente para recomeçar a vida em Berlim. Enquanto perseguem seu objetivo, a tensão aumenta entre os dois, até que um evento inesperado leva Gur a questionar seu plano e seu relacionamento.

Aniversário (Födelsedag/ Birthday), de Jenifer Malmqvist

Poland, digital, Cor, 2010, 18min.
Elenco: Asa Karlin, Lotten Roos e August Lindmark

Sara prepara uma surpresa para o aniversário de sua esposa, Katarina. Mas Katarina tem algo a dizer. Sara precisa lidar com a notícia inesperada enquanto cuida da festa. Sua alegria se mistura com crescentes sentimentos de isolamento e frustração.

 

Assunto de Família (Familiensache/ Family Thing), de Sarah Horst

Switzerland, digital, Cor, 2010, 27min.

Retrato tragicômico de uma família vivendo além das convenções habituais. O pai é um bon-vivant gay um dia notório por seu estilo de vida excêntrico. Gandaia excessiva deixou sua marca nos pais, e formou o filho. Com honestidade crua, a família examina esse viver e crescer juntos.

Preço: R$ 14,00 (inteira) e R$ 7,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 28.07, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 29.07    Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

É hora de comemorar e de DOAR SANGUE!

junho 30, 2011

Após a maravilhosa aprovação da lei que viabiliza a União Homoafetiva, o Brasil dá mais um passo à frente, pois todos agora terão o direito e a alegria de SALVAR VIDAS!

Agora é lei e todo mundo pode DOAR SANGUE. A sua Orientação Sexual não é mais empecilho. Confira a Portaria que nos permite esse direito: http://migre.me/54qTA.

Comemore essa mais nova conquista!
Mobilize todos os seus amigos, parentes e colegas.
Vamos todos, no dia 07 de Julho, mostrar para a sociedade quanto sangue eles perderam durante todo esse tempo, por ter nos proibido de fazer esse gesto tão nobre.

Apoie esse movimento, divulgue no seu Site, Blog, Twitter, Facebook
TWEET, CURTA, COMPARTILHE, DOE!

Agora é a NOSSA VEZ de SALVAR VIDAS.
Dia 07 de Julho, DOE SANGUE!
 #EuVouDOAR_________________________________________________________

“A Portaria 1.353 determina, ainda, que a orientação sexual (heterossexualidade, bissexualidade, homossexualidade) não deve ser usada como critério para a seleção de doadores de sangue, por não constituir risco em si própria. Ou seja, não deverá haver, no processo de triagem e coleta de sangue, manifestação de preconceito e discriminação por orientação sexual e identidade de gênero, hábitos de vida, atividade profissional, condição socioeconômica, raça, cor e etnia.”

Com a sua ajuda mais vidas serão salvas!
Use as imagens abaixo, no seu perfil do Twitter, do Facebook, no seu Site ou Blog, no Papel Parede do seu Computador, imprima cole no Caderno, na Mochila, nos Postes, no meio da rua…
VAMOS AGIR! Sua ajuda é fundamental!

• Avatar pro Twitter:

       

• Avatar pro Facebook:

• Banners pro Site/Blog:

• Imagem pro Álbum:

• Papel Parede:

Agora é com você! E não se esqueça da HashTag: #EuVouDOAR! 😉

Dia 25.02, Sessão A Vida Passa

fevereiro 16, 2011

Com o tema A Vida Passa, o CineclubeLGBT traz quatro curtas com personagens que lidam com a perda de um ente querido. A morte pode ser trágica, triste, nostálgica e até ter uma dose de humor. Após a sessão, o DJ Great Guy assume as picapes com o melhor da música pop mundial.

Pelo Twitter, @CineclubeLGBT, além de serem feitos sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quarta-feira, 23.02, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras • Dia: 25.02 • Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro  Tel: 21 2240.1093

SINOPSES

Cinco Minutos, de Ricky MastroSão Paulo, 35mm, Cor, 2008, 10 min.
Elenco: Nyrce Levin, Angela Barros, Sara Sarres,
Rodrigo Dorado e Leonardo Devito

Quando se passa uma vida inteira ao lado de alguém, todo o tempo do mundo ainda é pouco para dizer adeus.

Depois da Curva, de Helton Paulino
Paraíba, HD-Cam, Cor, 2009, 18min.
Elenco: Fabiano Raposo e Nanego Lira

Paulo é um jovem e iniciante motorista que ao fazer uma viagem a trabalho se depara com uma série de situações que o fará reavaliar seus próprios sentimentos, colocando em xeque até a existência de uma antiga amizade.

Restos de Antônio, de Mariska MichalickRio de Janeiro, DVD, Cor,2009, 13min.
Elenco: Ana Claudia Trovão, Bill Sala e Alan Castelo

Creusa recebe a ligação de uma patroa que pede o favor de atender um amigo que precisa de uma faxineira  para substituir sua diarista doente. Para Creuza era mais um abençoado dia de trabalho, para Paulo, um inconveniente e mau humorado dia de faxina. Creuza encontra tudo sujo e bagunçado, sem se dar conta, acaba por faxinar a casa e também a vida de Paulo.

Um Pouco Mais de Eternidade, de Marcel TostaSão Paulo, DVD, Cor, 2009, 19min.
Elenco: Rosamaria Murtinho, Fabiano Amigucci, Matheus Prestes,
Braulio Ferraz, Paula Zwicker, Clayton Bonardi.

Wanda narra um episódio da sua vida a Fernando, seu amigo em coma, na esperança de entretê-lo em seus últimos momentos de vida.

Contatos:
E-mail: cineclubelgbt@gmail.com
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

Maratona CineclubeLGBT – Uma noite INTEIRA de Filmes, Festa e MUITA AZARAÇÃO!

outubro 13, 2010

Depois de uma pausa no mês passado, o CineclubeLGBT volta em outubro com uma maratona. Excepcionalmente na penúltima sexta do mês, dia 22, às 23h, o Cineclube apresenta os longas “Rainhas”, de Fernanda Tornaghi e Ricardo Bruno, e “Eu Matei Minha Mãe” de Xavier Dolan. Além dos filmes, a drag Suzy Brasil anima a plateia mais quente do Odeon e o DJ Great Guy assume as picapes com o melhor da música pop mundial. A noite termina com café da manhã para repor as energias.

O longa “Rainhas” mostra os bastidores do Miss Brasil Gay e acompanha a vida de Fábio, um rapaz de Rondônia, que vai para o Rio de Janeiro com o objetivo de se tornar a próxima Miss Brasil Gay. Já “Eu Matei Minha Mãe”, conta a história do conflituoso relacionamento entre o jovem Hubert e sua mãe Chantale, que cria seu filho sozinha. O filme foi escrito pelo próprio ator/diretor quando ele tinha apenas 16 anos e venceu três categorias no Cannes Film Festival 2009. O talento do rapaz pôde ser confirmado no Festival do Rio desse ano com Amores Imaginários.

 

Suzy Brasil garante a gargalhada

 

Pelo Twitter, @CineclubeLGBT, além de serem feitos sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quarta-feira, 20.10, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras • Dia: 22.10 • Horário: 23h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel.: 21.2240.1093

SINOPSES

Rainhas, de Fernanda Tornaghi e Ricardo Bruno

Brasil, Digital, Cor, 2008, 71 min

Os bastidores do Miss Brasil Gay, principal concurso de beleza LGBT através da história de Fabio e seu parceiro rumo ao evento que mobiliza a vida de vários rapazes em todo o país – todos perseguindo o sonho de serem coroados a garota mais linda do Brasil.

Eu Matei Minha Mãe (J’ai tué mère), de Xavier Dolan

França, Digital, Cor, 2009, 96 min

O conflituoso relacionamento entre o jovem Hubert (Xavier Dolan) e sua mãe Chantale (Anne Dorval), que cria o garoto sozinha. Intercalando momentos de intensa cumplicidade e de distanciamento dramático, que interrompe o diálogo entre os dois, a produção apresenta uma visão semi-autobiográfica do relacionamento mãe e filho, com uma linguagem contemporânea, sexy e cheia de frescor.

E-mail para contato: cineclubelgbt@gmail.com

CineclubeLGBT em Cabo Frio! No 7º CABO FREE eleito o melhor Encontro de Cultura LGBT.

setembro 1, 2010

O CineclubeLGBT aterrisa dia 3 de setembro, as 19:30h, no Cine Party LGBT, em Cabo Frio. O evento integra as ações do 7º Cabo Free, que foi eleito pelo Ministério da Cultura em 2008 como melhor evento LGBT cultural do Brasil, e trará uma seleção com os melhores curtas exibidos ao longo dos dois anos do cineclube. Os filmes serão exibidos no Theatro Municipal da cidade e você está super convidado a comparecer e prestigiar o encontro!

Cena do filme "O Sapato de Aristeu"

A sessão se inicia com “O Diário Aberto de R.”, de Caetano Cotardo, contando a história de um garoto que se apaixona por um colega de classe. Em “Tá”, de Felipe Sholl, ganhador do Teddy Award 2008 em Berlim, dois jovens descobrem a verdadeira vontade em um bate-papo no banheiro público.

O curta “Página de Meninas”, de Monica Palazzo conta a história de Ingrid e Silvia, que se conhecem quando a primeira vai trabalhar na Livraria Machado de Assis. A parti daí cria-se uma história de amor que persistirá por toda a vida.

A sessão continua com “Sapatos de Aristeu”, de René Guerra, curta em que uma mãe deseja enterrar seu filho travesti como homem. Os amigos do falecido tentam restaurar sua identidade. O último filme exibido será “Homens”, dos diretores Lucia Caus e Bertrand Lira, um dramático e divertido documentário com histórias de gays do interior do nordeste.

O Encontro de Cultura LGBT está na sua 7º edição e se inicia no dia 2 de agosto. Com variadas atividades como o Beach Party, na Praia do Forte no dia 04 de setembro, a Parada LGBT no dia 5 e no dia seguinte Show Lagos Contra a Homofobia, na Morada do Samba as 16h. Mais informações em aqui.

SINOPSES

O Diário Aberto de R.
2005, Cor, 35mm, 14 min.

Rafael dorme. Rafael espera. Rafael abraça. Rafael deita. Rafael chora.

Direção: Caetano Gotardo. Elenco: Fábio Lucindo, Marco Pigossi, Thays Alves. Sinopse:


2007, Cor, digital, 05 min.

Dois meninos de vinte e poucos anos em um banheiro público. Eles cheiram pó, falam sobre sexo, fazem sacanagem. Mas o filme ganha outro tom quando eles revelam o que realmente querem.

Direção: Felipe Sholl. Elenco: Fernando São Thiago, João Ferreira
*Ganhador do Teddy Award (Berlim, 2008)

Páginas de Menina
2008. Dur: 19min

Em 1955, a jovem Ingrid começa a trabalhar na livraria Machado de Assis, onde conhece Silvia, a gerente. O que poderia ter sido apenas um encontro casual se torna uma história de amor, e vai influenciar as escolhas que moldarão seu futuro de forma importante e duradoura.

Direção: Monica Palazzo. Elenco: Vera Zimmermann, Tieza Tissi.

Os Sapatos de Aristeu
2008, p&b, 35mm, 17 min.

O corpo de uma travesti morta é preparado por outras travestis para o velório. A família, após receber o corpo, decide enterrá-lo como homem. Uma procissão de travestis então se encaminha para o velório para reclamar a identidade construída da falecida.

Direção e Roteiro: Luiz René Guerra. Elenco: Berta Zemel, Denise Weinberg, Phedra D. Córdoba, Renato Turnes e Greta Star.

Homens
2008, Cor, 35mm, 21 min.

Histórias de coragem revelam desencontros e alegrias vividos por homossexuais em pequenas cidades do nordeste do Brasil.

Direção e Roteiro: Lucia Caus e Bertrand Lira. Elenco: Stephany, Bárbara Alicia de Mônaco, Baiana, Claudete

Proibido para Menores, dia 27/08 no Odeon com filmes de arte totalmente picantes

agosto 20, 2010

O CineclubeLGBT de agosto está como o diabo gosta. No dia 27 de agosto, no Cinema Odeon Petrobras, a sessão “Proibido para menores” traz uma seleção de curtas onde o homoerotismo é o ponto central do debate. Tida por muitos como arte menor, ou mesmo deturpação, as obras eróticas, quando utilizadas como expressão artísticas podem não somente excitar, como também levar o espectador a níveis de consciência desconhecidas pelo círculo social e inacessadas pela consciência individual. É como se o artista trouxesse a tona o que há escondido para além da compreensão de um ser humano qualquer. Como esclarece Susan Sontag em sua obra “A Imaginação Pornográfica”.

A sessão começa com “Uma Canção de Amor”, pioneiro em utilizar essa estética radical, dirigido pelo francês Jean Genet na década de 50. Neste filme, dois prisioneiros, separados por uma parede desenvolvem uma maneira de se comunicar. Em “Bendita Seja Toda Dor”, dirigido pelo grupo Xplastic, duas mulheres experimentam a dores e delícias do sexo.

“Pra Lá de Marraquesh”, do francês Hervé Joseph Lebrun, conta a história de um jovem viajante em busca de sexo. A sessão segue com “Joy Stick Joy”, também de Xplastic, um tórrido vídeo de duas mulheres, esses ultimos foram exibidos no festival Mix Brasil. Para finalizar, “Quero Seu Amor”, de Travis Mathews, mostra a negociação de dois amigos sobre como será a primeira transa entre eles.

E é claro que o Cineclube não acaba por aí, logo após sessão o Dj Great Guy anima a festa do Cinema Odeon com o melhor do pop mundial, e pelo Twitter, @CineclubeLGBT, além de serem feitos sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)

Ingressos Antecipados: a partir de quarta-feira, 25.08, às 15h

Local: Cinema Odeon Petrobras

Dia: 27.08 Horário: 21h

End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21 2240.1093


Sinopses

Uma Canção de Amor (Un Chant d`Amour)

França, 1950, P&B, 26 min

Dois prisioneiros completamente isolados, separados por grossas paredes, e em necessidade desesperada de contato humano, inventam uma forma diferente de comunicação.

Direção: Jean Genet

Bendita Seja Toda Dor


2002, Cor, 5 min, Brasil

Um casal de namoradas trancadas num quarto. Uma dominadora, uma submissa, cordas, prendedores de mamilo e muita dor.

Direção: Xplastic. Elenco: Sabrina Saint e Josie

Pra Lá de Marrakesh (Le  Nicoeur)

França, 2005, Cor, 17 min

No cair da primavera, ao pé das montanhas do Atlas, um jovem viajante sedento por sexo rouba o coração de um rico garoto, exilado em seu ´Douar`.

Direção: Hervé Joseph Lebrun

Joy Stick Joy


Brasil, 2006, Cor, 4 min

Ela quer. Ela consegue. Ela é interpretada por Karen Nofxxx.

Direção: Xplastic. Elenco: Monica Mattos e Karen Nofxxx

Quero Seu Amor (I Want Your Love)

EUA, 2009, Cor, 14 min

Dois amigos negociam em forma de brincadeira a maneira própria de fazerem sexo juntos pela primeira vez.

Direção: Travis Mathews. Elenco: Jesse Metzger e Brenden Gregory

CONFIRA TAMBÉM NESTA EDIÇÃO:
Teaser do documentário Nova Igayçu, de Hélio Vianna.

CineclubeLGBT na TV!

junho 7, 2010

Hoje, dia 07.06, no sexto programa do Olha o Curta serão exibidos três curtas relacionados à temática sexual, com curadoria do CineclubeLGBT.

O programa irá ao ar às 21h30, na Unitevê – Canal 17 da NET em São Gonçalo e Niterói – e terá reprises na quinta e sábado desta semana, no mesmo horário,  e ao vivo no site: http://www.uniteve.uff.br

Meninas (ficção, cor, 16 mm, 17 min, 1997)
Direção: Paula Alves

O Vestido Dourado (ficção, cor, 16mm, 19min, 2000)
Direção: Aleques Eiterer, Alexandre Guerreiro, Alexandre Seigarro, Flávio Magalhães e Renata Abreu

Preguiça (ficção, cor, Mini-DV, 8 min, 2009)
Direção: Raphael Fonseca

Saiba mais sobre a programação no Twitter @OlhaOCurta ou no site: http://www.uniteve.uff.br

Tendência Outono-Inverno

abril 15, 2010

Sair do armário está virando uma tendência. Depois do cantor latino Rick Martin, a cantora gospel Jennifer Knapp, de 36 anos, acaba de se assumir. Jennifer que deverá lançar um novo álbum, está temerosa com a recepção de seu antigo público. A cantora chegou a ser indicada ao Grammy por melhor álbum de rock gospel em 2001. Mas avisa que não abandonou a fé.

Já no México, a atriz María Reneé Prudencio, se declarou lésbica em um livro recém-lançado da também atriz, escritora e diretora teatral Ana Francis Mor, intitulado “Manual de la buena lesbiana”. Coincidentemente a atriz interpretou em 1996, uma lésbica na novela colombiana “Nada Personal”.
Tendência ou não, isso amplia o debate na mídia da questão LGBT e fortalece o movimento em prol da igualdade de direitos.