Archive for the ‘Gay’ Category

Dia 27.08 – Sessão Especial New Queer Cinema

agosto 17, 2015

logo_full_color_600dpi -RGB

Quem é vivo, sempre aparece. E o CineclubeLGBT aproveita essa máxima e ressurge em grande estilo. Em parceria com a Mostra New Queer Cinema, a primeira edição de 2015 exibe filme de Bruce LaBruce e conta com a presença do diretor! Ah, e a festa volta a rolar no próprio Cine Odeon!

A sessão do CineclubeLGBT, acontece no dia 27, última quinta-feira do mês, às 20h30 com a exibição do longa-metragem de estreia de Bruce LaBruce, No Skin Off My Ass. A obra de 1991 também é protagonizada por LaBruce, que interpreta um cabeleireiro punk solitário que se atrai por um skinhead e o leva para a sua casa. No Skin Off My Ass é um remake em versão gay do filme Uma Mulher Diferente, de Robert Altman, e que já traz uma das características principais de suas obras: ousadas cenas de sexo e muita polêmica.

Após a sessão, a já conhecida festa volta ao Odeon, desta vez com discotecagem do DJ Ber Back. A exibição do filme seguida de festa tem início marcado para as 20h30 e o ingresso custa R$24 (inteira) e R$12 (meia-entrada). Não perca essa incrível sessão. AH! Pelo Facebook, sorteios de ingressos.

A Mostra New Queer Cinema é um evento patrocinado pela CAIXA  e aconteceu na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, em São Paulo, está em Fortaleza e vai para Curitiba e Salvador.

Entrada: R$ 24,00 (inteira) e R$ 12,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quarta-feira, 26.08, assim que abrir a bilheteria.
Local: Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro
Dia: 27.08 Horário: 20h30
Endereço da sessão: Cinelândia – Rio de Janeiro

Sinopses

No Skin Off My Ass, de Bruce LaBruce

Canadá, p&b, 1991, 73 min.
Elenco: Bruce La Bruce e Klaus von Buecker

Um remake em versão gay do filme “Uma Mulher Diferente”. Um cabeleireiro punk solitário é atraído por um skinhead e o leva para a sua casa.O filme conta com atuações de Bruce, que interpreta o cabeleireiro punk; Klaus von Brücker, como o skinhead por quem o cabeleireiro é apaixonado.

Facebook: https://www.facebook.com/cineclube.lgbt

Dia 06.09 – Sessão Páginas da Vida

agosto 30, 2013

Imprima este flyer, apresente na bilheteria e pague meia-entrada!

Cineclube_LGBT_Filipeta_06_09_13

O doce e o amargo da memória e vida homoafetiva brasileira está em foco na próxima edição do CineclubeLGBT. A Sessão Páginas da Vida traz, em três documentários, o nosso cotidiano, nossa história, nossas lutas e conquistas.

Fruto da Oficina de Realização de Vídeo do Projeto Olho Vivo, coordenado por Luciano Coelho, o filme Singularidades mostra a vida de diferentes pessoas que, em comum, possuem apenas o fato de serem homossexuais e beirando os 50 anos.

Em Segredos de Amor, de Eunice Gutman, o lesbianismo no Brasil é retratado a partir da vida amorosa de duas mulheres. E a história da primeira boate gay da capital gaúcha, o Flower’s, é o assunto do documentário Flores de 70, de Vinícius Cruxen.

E a edição do CineclubeLGBT segue com a novidade de fazer a festa em outro local e, com som a noite inteira! O nosso encontro pós-sessão rola na Lapa, na boate Sinônimo Lapa, com discotecagem do Great Guy!!

E ATENÇÃO: O ingresso para a sessão custa R$14 a inteira e R$7 a meia. Mas todo mundo que levar a FILIPETA IMPRESSA, PAGA MEIA! O preço da festa é à parte e custa R$10 a noite toda.

AH! Pelo Twitter @CineclubeLGBT e pelo Facebook, sorteios de ingressos.

O Sinônimo Lapa fica na Av. Mem de Sá, nº 118, e está com uma programação incrível (conferir aqui).

Não recomendado para menores de 16 anos.

Preço da sessão: R$ 14,00 (inteira) e R$ 7,00 (meia) – Paga meia quem levar e-flyer impresso!
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 05.09, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 06.09 Horário: 21h
Endereço da sessão: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093

Preço da festa: R$10 a noite toda com a apresentação do bilhete de entrada da sessão.
Local: Sinônimo Lapa
Horário: após a sessão
Endereço da festa: Av. Mem de Sá, nº 118, Sobrado, Lapa, Rio de Janeiro.

Sinopses

Segredos de Amor , de Eunice Gutman

Segredos de Amor

 RJ, 1998, cor, 31 min

O lesbianismo no Brasil, focalizando a vida amorosa de duas mulheres, assim como imagens e entrevistas durante a passeata internacional de gays e lésbicas por ocasião do Congresso da ILGA – International Lesbians and Gays Association, no Rio de Janeiro em 1995.

Singularidades, de Criação coletiva da Oficina de Realização de Vídeo do Projeto Olho Vivo / Coordenação: Luciano Coelho

Singularidades

PR, 2006, cor, 35 min

Um pedreiro, uma empresária, um zelador, um artista plástico, uma ex-dançarina e uma travesti, todos homossexuais e chegando ao 50 anos. O que muda? Quais são os planos? O que esperam de um relacionamento?

Flores de 70, de Vinícius Cruxen

Flores de 70

RS, 2007, cor, 22 min
Coordenação do Projeto: SOMOS – Comunicação, Saúde e Sexualidade

A história da primeira boate gay da capital gaúcha: o “Flower’s”. A boate funcionou durante boa parte da década de 70, e virou referência na noite de Porto Alegre.

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com 
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

Dia 28.06 – Sessão Amizades e Paqueras

junho 22, 2013

O CineclubeLGBT fez como todo o Brasil e também despertou!

Para dar força à Marcha do Dia Mundial do Orgulho LGBT, o Cineclube vem comemorar com você o aniversário de 5 anos com mais uma divertida sessão, que rola na última sexta-feira de junho, dia 28 – dia da Marcha – às 21h, no Cine Odeon.

Para refrescar nossas mentes, sem abandonar o orgulho de ser o que somos, a sessão de curtas-metragens Amizades & Paqueras traz Eu e o Cara da Piscina, de William Mayer.
A transposição de barreiras em pequenos gestos aparece em Parede Branca do que Poderia Ser, de Pedro Paulo de Andrade.
Nossos encontros desencontrados dá a liga em SBX, de Aly Muritiba, e em Preguiça, de Raphael Fonseca.
E a sexualidade de maneira plural e cômica, cotidiana e/ou fantasiosa é tratada em Fumaça em Formatos Bizarros, de Lufe Steffen, e Gaydar, de Felipe Cabral.

E a edição do CineclubeLGBT segue com a novidade de ter festa oficial em outro local e, dessa vez, com som e bebida liberada a noite inteira! O nosso encontro pós-sessão rola em parceria com a Pipper, que fica pertinho do Odeon, Scala Rio – Av. Treze de Maio, 25 – Cinelândia. Comandando a festa com muito som pop e irreverência, o VJ Great Guy!

E ATENÇÃO: O ingresso para a sessão custa R$14 a inteira e R$7 a meia. E todo mundo que levar a FILIPETA IMPRESSA, PAGA MEIA! O preço da festa é à parte e custa R$40 (Open bar) para quem apresentar o ingresso da sessão, a noite toda e sem fila.

AH! Pelo Twitter @CineclubeLGBT e pelo Facebook, sorteios de ingressos.

Vamos mostrar ao (in)Feliciano que ignorância se cura com educação e arte!

Preço da sessão: R$ 14,00 (inteira) e R$ 7,00 (meia) – Paga meia quem levar filipeta impressa (FLYER NO FINAL DO POST)!
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 27.06, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 28.06 Horário: 21h
Endereço da sessão: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093

Preço da festa: R$40 a noite toda.
Local: Pipper
Horário: após a sessão
Endereço da festa: Scala Rio – Av. Treze de Maio, 25 – Cinelândia

Sinopses 

Eu e o Cara da Piscina, de William Mayer

Eu_e_o_Cara_da_Piscina

RS, digital, cor, 2011, 8 min
Elenco: Mateus Almada, Daniel Alfaya

Guilherme sente-se atraído por seu melhor amigo, mas tem medo de dizer isso a ele. Através da internet, ele descobre uma maneira de concretizar o seu desejo.

Parede Branca do que Poderia Serde Pedro Paulo de Andrade

Parede_Branca_do_Que_Poderia_Ser

SP, 2011, digital, cor, 17 min
Elenco: Renata Grazzini, Nathalia Ernesto

Natália e Catarina buscam os acordes de uma canção que pretende derrubar uma parede

 

Fumaça em Formatos Bizarros, de Lufe Steffen

Fumaça_em_Formatos_Bizarros

SP, 2011, digital, cor, 19 min
Elenco: Luciano Andrey, MartinA Luchini, Ana Araújo, Diego Montez, Fernanda Belinatti, Vanessa Barros, Kadu Batanero, Juliano Marciano, Diego Bargas, Deborah Graça

“Fumaça em Formatos Bizarros” é um curta-metragem que retrata as relações humanas, afetivas e sexuais da atual geração na faixa dos vinte anos.
Inspirado em séries como “Skins”, “Queer as Folk”, “The L World” e “Gossip Girls”, mostra um grupo de amigos e seus conflitos internos e externos ao se relacionar uns com os outros – e as dificuldades de lidar com o desejo, realizar ou reprimir as vontades.

SBX, de Aly Muritiba

SBX

PR, 2011, digital, cor, 13 min
Elenco: Camila Hubner, Cynthia Senek, Renet Lyon

Cíntia gosta de Renet, Camila gosta de Edu. Camila e Cíntia são amigas inseparáveis que gostam de meninos mais velhos. A fim de viver uma aventura, elas convidam Renet e Edu para um passeio de bicicleta, mas o plano das amigas dá errado quando Renet aparece sem Edu.

Preguiça, de Raphael Fonseca

Preguiça

RJ, 2009, digital, cor, 8 min
Elenco: Fábio Enriquez, Lorena Serafim, Rafael Rodriguez e Rodrigo Vrech.

A praia e dois.

Gaydar, de Felipe Cabral

Gaydar

RJ, 2012, digital, cor, 12 min
Elenco:Alexandre Mello, André Mansur, Ariane Rocha, Átila Toledo, Eduardo Rios, Felipe Cabral, Felipe Galvão, Gabriel Falcão, George Sauma, João Pedro Zappa, João Sant´Anna, Julia Stockler, Nivea Richa e Thiago Marinho

A história de um jovem que,cansado de só chegar em caras héteros, resolve acabar com suas dúvidas e comprar um aparelho no mercado negro, o gaydar.

Imprima este flyer, apresente na bilheteria e pague meia-entrada!

Flyer

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com 
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

Dia 31.08 – Sessão Especial 17º FBCU

agosto 22, 2012

Após uma semana de muito sucesso no Rio de Janeiro e de aportar em São Paulo, o 17º Festival Brasileiro de Cinema Universitário retoma a união com o CineclubeLGBT, que volta a acontecer neste mês, no dia 31 de agosto (última sexta-feira do mês, como de costume), no Cinema Odeon. Com uma seleção especial de filmes que fizeram parte da programação oficial do 17º FBCU, o Cineclube traz uma sessão bem eclética, que vai do drama ao irreverente.

Em cartaz temos o documentário A Geografia Do Preconceito, de Daniel Nolasco e Marcella Coppo, que aborda a homofobia em uma cidade do interior de Goiás. E também Mais ou Menos, de Alexander Antunes Siqueira, sobre a relação tensa e violenta entre Ivo e Sandro.

Direto de terras estrangeiras, mostraremos o universo das “drags” a partir de um garoto de 17 anos no curta alemão, Mila Caos, de Simon Jaikiriuma Paetau; e, dos Estados Unidos, o conto de fada às avessas A Donzela e a Princesa, de Ali Scher.

E, ainda, a graça da descoberta, pelos olhos da infância em O Traveco, de Jeane Figueiredo e Lincoln Péricles, e pelos olhos da adolescência, no filme cujo roteiro foi o grande vencedor do Projeto Sal Grosso do 16º FBCU, Nós Parecíamos Gigantes, de Daila Pacheco.

A sessão vem seguida de… FESTA! Para trocar ideias, rever amigos e azarar um pouquinho o VJ Great Guy comanda a tradicional pista improvisada do Odeon com o melhor do pop.

O CineclubeLGBT começa às 21h e acaba às 2h. Pelo Twitter @CineclubeLGBT, e pela nossa fanpage no Facebook, além de sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 18,00 (inteira) e R$ 9,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 30.08, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 31.08 Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093
Classificação Etária: 16 anos

SINOPSE

A Geografia Do Preconceito, de Daniel Nolasco, Marcella Coppo

Rio de Janeiro, digital, 2011,11min.

Acontecimentos cotidianos de uma cidade comum do interior de Goiás.

O Traveco, de  Jeane Figueiredo, Lincoln Péricles

São Paulo, digital, 2011, 7min.
Elenco: Giovanna Fonseca, Renato Wiemer, Helena Pires

Curta-metragem infantil que conta a história da Giovanna, uma garotinha que descobre que a moça que sempre vende perfumes na sua casa é um “traveco”.

A Donzela E A Pricesa (The Maiden And The Princess), de Ali Scher

Estados Unidos, digital, 2012, 18min.

No coração de Londres, uma menininha busca a si mesma em meio a um conto de fadas musical.

Mais ou Menos, de Alexander Antunes Siqueira

Santa Catarina, digital, 2010, 13min.
Elenco: Jholl Bauer, Kyel Lima, Gringo Starr

Onde há menos do que se espera pode haver mais do que se imagina. Ivo e Sandro que o digam. Eles estudam juntos em um colégio em Florianópolis e mantêm uma relação conturbada, um caso de bullying que parece não ter solução. Até que um encontro inesperado muda tudo.

Nós Parecíamos Gigantes, de Daila Pacheco

São Paulo/Rio de Janeiro, digital, 2012, 16 min.
Elenco: Gabriella Vergani, Renan Trindade

A grandeza do parecer é belo aos olhos de Mia, garota de 18 anos, que acaba de chegar à metrópole para viver com seu melhor amigo de infância Julian. Pronta para vivenciar essa sua nova fase ao lado de Julian, o suspiro dessa chegada pode cegar as emoções de uma inocência fantasiada. Uma revelação e o urbano têm suas próprias cores e curiosidades desconhecidas.

Mila Caos,  de Simon Jaikiriuma Paetau

Alemanha, digital, 2011, 18min.
Elenco: Yaniel Castillo, Rebecca Rodriguez Aragón, Paula Ali

Todo fim de semana, em um show de “drags” ilegal no subúrbio de Havana, Sebastián, um adolescente cubano de 17 anos, se transforma em “Mila Caos”. Ele sofre com a indiferença de sua mãe e sonha que um dia ela vá vê-lo no palco.

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

TV BEAR Summer

janeiro 11, 2012

É nesta sexta-feira, a partir das 22h, a edição de verão do TV Bear! Produzido pela moçada do 3Bears Produção, a festa do TV Bar já é tradição no universo ursino e promete trazer uma noite bem quente para os presentes neste primeiro TV Bear do ano. Não dá para perder!

Entrada:
R$ 23,00 até meia noite;
R$ 29,00 entre meia noite e 1h30min e 
R$ 40,00 após esse horário.

Hoje é dia de Bear Nation!

setembro 8, 2011

Ae ursarada, o nosso VJ residente Great Guy  é uma das atrações da primeira edição Bear Nation! A festa rola no Kalesa Lounge e conta também com o mega top DJ chileno Chris Stutz, que vem ao Brasil especialmente para se apresentar na Cantho, em São Paulo, e na Bear Nation, no Rio.

Completando o lineup ainda tem o DJ Enrrick Giraldi, da festa Mafia Club Bears de São Paulo, o DJ Henrique HCA, um dos sócios do bar CWBears, em Curitiba e o VJ local Tony Mendes.

O host da festa é nada mais nada menos que Jesse Guelfi, ator que se consagrou por ser o primeiro homem do mundo a posar para a capa da playboy!

Não dá para perder essa festa! Mas corre que os convites já estão no 3º lote, com o preço de R$ 25,00. Para quem quiser mais exclusividade, pode ir para a área VIP: R$ 40,00 com acesso à área de sofás do Kalesa e direito a 3 drinks – cerveja, refrigerante ou água.

Mais informações no site: http://www.bearnation.com.br/home.html

Dia 29.07 – Especial Festival Brasileiro de Cinema Universitário

julho 22, 2011

A magia do magnífico Pai Zelito vai invadir o CineclubeLGBT do mês de julho. É a sessão Especial Festival Brasileiro de Cinema Universitário! A edição é mais uma parceria com o mais importante Festival Universitário brasileiro e traz, para a bombante sessão LGBT do Odeon, filmes de diversas partes do mundo.

Direto de Israel, o curta Vermelho Profundo (Adom Adom/ Deep Red) expõe a relação dos jovens Gur e Yuval em meio às suas tentativas de juntar dinheiro para ir viver em Berlim. O sul-coreano Voar à Noite (Ya-Gan-Bi-Hang/ Fly By Night) relata o acaso de um garoto de programa e sua relação o único parente, seu irmão.

A relação familiar também está nos dois outros filmes que compõe a sessão. O tragicômico documentário suíço Assunto de Família (Familiensache / Family Thing) expõe uma família bem além das convenções. Já em Aniversário (Födelsedag / Birthday), filme polonês, Katarina revela, no dia de seu aniversário, um segredo à sua companheira, Sara, criando um clima de tensão.

Após a sessão, o VJ Great Guy comanda a pista de dança com muita paquera e azaração e o melhor da música pop.

O CineclubeLGBT começa às 21h e acaba às 2h do dia seguinte, mas o Festival Brasileiro de Cinema Universitário acontece do dia 28 de julho a 14 de agosto, no Rio e em São Paulo. A programação está imperdível.

E não se esqueçam que, pelo Twitter @CineclubeLGBT, além de serem feitos sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Sinopses

Voar À Noite (Fly By Night /Ya-Gan-Bi-Hang), de Son Tae-gyum

 Republic of Korea, digital, Cor, 2010, 21min.
Cho Min-ho, Chun Shin-hwan e Son Hyun-woo

Um menino, cuja única família é seu irmão mais velho, faz sexo com um homem por dinheiro. Pego sem dinheiro em espécie, o homem sugere que se encontrem novamente no dia seguinte, e pede seu telefone. Mas o celular do menino foi confiscado por seu irmão, que não o devolve.

 

Vermelho Profundo (Adom Adom/ Deep Red), de Eddie Tapero

Israel, digital, Cor, 2009, 19min.
Elenco: Yedidya Vital, Sharon Alexander e Oshri Sahar

Gur e Yuval farão de tudo para conseguir dinheiro suficiente para recomeçar a vida em Berlim. Enquanto perseguem seu objetivo, a tensão aumenta entre os dois, até que um evento inesperado leva Gur a questionar seu plano e seu relacionamento.

Aniversário (Födelsedag/ Birthday), de Jenifer Malmqvist

Poland, digital, Cor, 2010, 18min.
Elenco: Asa Karlin, Lotten Roos e August Lindmark

Sara prepara uma surpresa para o aniversário de sua esposa, Katarina. Mas Katarina tem algo a dizer. Sara precisa lidar com a notícia inesperada enquanto cuida da festa. Sua alegria se mistura com crescentes sentimentos de isolamento e frustração.

 

Assunto de Família (Familiensache/ Family Thing), de Sarah Horst

Switzerland, digital, Cor, 2010, 27min.

Retrato tragicômico de uma família vivendo além das convenções habituais. O pai é um bon-vivant gay um dia notório por seu estilo de vida excêntrico. Gandaia excessiva deixou sua marca nos pais, e formou o filho. Com honestidade crua, a família examina esse viver e crescer juntos.

Preço: R$ 14,00 (inteira) e R$ 7,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quinta-feira, 28.07, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras
Dia: 29.07    Horário: 21h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel: 21.2240.1093

E-mail: cineclubelgbt@gmail.com
Twitter: www.twitter.com/cineclubelgbt
Lista Amiga: http://listaamiga.com/cineclubelgbt

COMUNICADO Campanha #EuVouDOAR

julho 7, 2011

Estivemos em meio a algumas informações desencontradas no que tange à doação de sangue por homossexuais. Fomos atrás de quem poderia nos informar melhor sobre a questão e falamos por telefone com Naura Faria, médica responsável pelo atendimento ao doador de sangue no Hemorio.

O que nos foi esclarecido é que a Lei continua basicamente a mesma em relação aos homens e às mulheres de diferentes orientações sexuais. Segunda Naura, as condições de doação exigidas em relação à mulher que se relaciona com outras mulheres são as mesmas exigidas a pessoas que se relacionam com o sexo oposto, mas é diferente em relação a homens que se relacionam com outros homens. Assim seria devido a dados da OMS que comprovam a maior incidência de contágio por HIV em relações sexuais homoafetivas entre homens. (Leia aqui, matéria em português)

ATO PORTARIA Nº 1.353 DE 13 DE JUNHO DE 2011.
Art. 34. Para a seleção de doadores, devem ser adotados medidas e critérios que visem à proteção do receptor.
§ 11. Em situações de risco acrescido vivenciadas pelos candidatos, devem ser observados os seguintes critérios:
IV – considerar inapto temporário por 12 meses o candidato que tenha sido exposto a qualquer uma das situações abaixo
nos últimos 12 meses:
a) que tenha feito sexo em troca de dinheiro ou de drogas ou seus respectivos parceiros sexuais;
b) que tenha feito sexo com um ou mais parceiros ocasionais ou desconhecidos ou seus respectivos parceiros sexuais;
c) que tenha sido vítima de violência sexual ou seus respectivos parceiros sexuais;
d) homens que tiveram relações sexuais com outros homens e/ou as parceiras sexuais destes;

Onde está o preconceito na legislação? Em vista de que se considera o sexo anal sem proteção o motivo de maior incidência no sexo entre homens, é só pensar que casais heterossexuais também podem praticar sexo anal sem preservativo!

O que a portaria 1.353 muda então? A conduta dos coletores! Parece pouco e talvez até seja. Mas já é, SIM, um avanço. Antes, o homem, só de se declarar homossexual, já era vetado de doar sangue. Isso, nós, do CineclubeLGBT, já passamos quando no episódio envolvendo o crime na escola de Realengo, fomos informados por Hemocentros de que gays não podiam doar.

Hoje, com a explicitação pela portaria de que a orientação sexual NÃO deve ser critério para eliminar o cidadão do processo de triagem, por não se constituir em um risco em si, será levada em conta, dessa forma, a sua conduta durante os últimos meses. Naura deixou claro que os requisitos para doação independem da orientação sexual.

O que AINDA deveria mudar na legislação? Dentre outras coisas, evidentemente, a consideração do contraponto acima levantado, avaliando a prática do sexo anal por si só, independente da orientação sexual. Afinal, cada caso é um caso.

Pedimos desculpas pela demora nos esclarecimentos. Ainda estamos esperando um e-mail formal do Hemorio para publicá-lo. Agradecemos a todos que nos alertaram sobre a possível não mudança no regimento.

Para quem quiser conhecer melhor as diretrizes da portaria, acessem aqui.

Pedimos também, gentilmente, que continuem a participar da campanha e que levem para sua vida, família e amigos, visando a um bem maior. #EuVouDOAR!

É hora de comemorar e de DOAR SANGUE!

junho 30, 2011

Após a maravilhosa aprovação da lei que viabiliza a União Homoafetiva, o Brasil dá mais um passo à frente, pois todos agora terão o direito e a alegria de SALVAR VIDAS!

Agora é lei e todo mundo pode DOAR SANGUE. A sua Orientação Sexual não é mais empecilho. Confira a Portaria que nos permite esse direito: http://migre.me/54qTA.

Comemore essa mais nova conquista!
Mobilize todos os seus amigos, parentes e colegas.
Vamos todos, no dia 07 de Julho, mostrar para a sociedade quanto sangue eles perderam durante todo esse tempo, por ter nos proibido de fazer esse gesto tão nobre.

Apoie esse movimento, divulgue no seu Site, Blog, Twitter, Facebook
TWEET, CURTA, COMPARTILHE, DOE!

Agora é a NOSSA VEZ de SALVAR VIDAS.
Dia 07 de Julho, DOE SANGUE!
 #EuVouDOAR_________________________________________________________

“A Portaria 1.353 determina, ainda, que a orientação sexual (heterossexualidade, bissexualidade, homossexualidade) não deve ser usada como critério para a seleção de doadores de sangue, por não constituir risco em si própria. Ou seja, não deverá haver, no processo de triagem e coleta de sangue, manifestação de preconceito e discriminação por orientação sexual e identidade de gênero, hábitos de vida, atividade profissional, condição socioeconômica, raça, cor e etnia.”

Com a sua ajuda mais vidas serão salvas!
Use as imagens abaixo, no seu perfil do Twitter, do Facebook, no seu Site ou Blog, no Papel Parede do seu Computador, imprima cole no Caderno, na Mochila, nos Postes, no meio da rua…
VAMOS AGIR! Sua ajuda é fundamental!

• Avatar pro Twitter:

       

• Avatar pro Facebook:

• Banners pro Site/Blog:

• Imagem pro Álbum:

• Papel Parede:

Agora é com você! E não se esqueça da HashTag: #EuVouDOAR! 😉

Maratona CineclubeLGBT – Uma noite INTEIRA de Filmes, Festa e MUITA AZARAÇÃO!

outubro 13, 2010

Depois de uma pausa no mês passado, o CineclubeLGBT volta em outubro com uma maratona. Excepcionalmente na penúltima sexta do mês, dia 22, às 23h, o Cineclube apresenta os longas “Rainhas”, de Fernanda Tornaghi e Ricardo Bruno, e “Eu Matei Minha Mãe” de Xavier Dolan. Além dos filmes, a drag Suzy Brasil anima a plateia mais quente do Odeon e o DJ Great Guy assume as picapes com o melhor da música pop mundial. A noite termina com café da manhã para repor as energias.

O longa “Rainhas” mostra os bastidores do Miss Brasil Gay e acompanha a vida de Fábio, um rapaz de Rondônia, que vai para o Rio de Janeiro com o objetivo de se tornar a próxima Miss Brasil Gay. Já “Eu Matei Minha Mãe”, conta a história do conflituoso relacionamento entre o jovem Hubert e sua mãe Chantale, que cria seu filho sozinha. O filme foi escrito pelo próprio ator/diretor quando ele tinha apenas 16 anos e venceu três categorias no Cannes Film Festival 2009. O talento do rapaz pôde ser confirmado no Festival do Rio desse ano com Amores Imaginários.

 

Suzy Brasil garante a gargalhada

 

Pelo Twitter, @CineclubeLGBT, além de serem feitos sorteios de ingressos, nossos seguidores são convidados a darem dicas de músicas para tocar na festa, e de filmes que gostariam de ver nas telonas.

Preço: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Ingressos Antecipados: a partir de quarta-feira, 20.10, às 15h
Local: Cinema Odeon Petrobras • Dia: 22.10 • Horário: 23h
End.: Cinelândia – Rio de Janeiro Tel.: 21.2240.1093

SINOPSES

Rainhas, de Fernanda Tornaghi e Ricardo Bruno

Brasil, Digital, Cor, 2008, 71 min

Os bastidores do Miss Brasil Gay, principal concurso de beleza LGBT através da história de Fabio e seu parceiro rumo ao evento que mobiliza a vida de vários rapazes em todo o país – todos perseguindo o sonho de serem coroados a garota mais linda do Brasil.

Eu Matei Minha Mãe (J’ai tué mère), de Xavier Dolan

França, Digital, Cor, 2009, 96 min

O conflituoso relacionamento entre o jovem Hubert (Xavier Dolan) e sua mãe Chantale (Anne Dorval), que cria o garoto sozinha. Intercalando momentos de intensa cumplicidade e de distanciamento dramático, que interrompe o diálogo entre os dois, a produção apresenta uma visão semi-autobiográfica do relacionamento mãe e filho, com uma linguagem contemporânea, sexy e cheia de frescor.

E-mail para contato: cineclubelgbt@gmail.com